Os Tronconenses

Coro Principal

“Os Tronconenses” conta a história dos habitantes de Tronconé, uma cidadezinha imaginária, que poderia ser qualquer cidade brasileira. Através de brincadeiras num playground abandonado, crianças desta cidade representam situações vividas pelos adultos. O imaginário e o real se fundem revelando um mundo em crise, onde a loucura e lucidez muitas vezes se confundem.

O espetáculo resgata o Coro, muito utilizado no Teatro Grego. Dele saem e para ele retornam os personagens.

Conheçam alguns deles:

Cláudio Pavão, 22 anos (Cafetão / Filho 1 / Apresentador 1 / Motorista / Velho)
Apresentador de TV: “… E se você, é fiel ao nosso programa e não recebeu a sua casa ainda, essa será sua grande chance de receber este imperdibilíssimo prêmio…”

Ellen Rio Branco, 25 anos (Fofoqueira / Anjo)
Anjo: “… Eu sou o seu anjo da guarda, e estou aqui para segurar todas as suas barras…”

Fernando Alves, 25 anos (Bêbado 1 / Apresentador 2 / Louco / Profeta)
Apresentador 2: “… Não, não, não, não cortem. Os fatos que presenciamos ao vivo e a cores, são fatos da nossa realidade. Não podemos mentir nem mentirmo-nos…”

Luara Sanches, 21 anos (Fofoqueira / Menina / Moto)                                                                Menina: “… Boa noite, Papai do Céu. Sabe o que é… É que eu tenho um pedido muito especial para fazer ao Senhor…”

Natali Santos, 24 anos (Louca / Mulher do carro)
Louca: “…Vocês estão sentindo? Não, né? Vocês não sabem sentir o que o destino nos diz. Vocês são de ferro, não têm rosto, o meu rosto é o rosto de vocês…”

Rafael Pantoja, 15 anos (Dito / Motoqueiro)
Dito: ‘’… Gente, gente! Daqui de cima e bem mais fácil procurar um Pai, uma Mãe, um Lar, um Lugar…”

Ricardo Big, 32 anos (Bêbado 2 / Motoqueiro 2 / Herodes)
Herodes: ‘’… Vocês não queriam um herói? Eu vim pra acabar com vocês, lavar minha mão no sangue de vocês, acabar com todas essas criancinhas famintas e gordinhas. Eu, Herodes, o herói!”

Thábata Letícia, 23 anos (Dita / Mãe)
Dª Dita: “… Olhe aqui! Se não fosse esse monte de roupa pra lavar e passar pros outros, vocês iam comer sebo…”

Marcelo Palmares
e
Paulo Carvalho Jr.

Nossos Queridos e amados Diretores


Ficha Técnica:

Autoria: Lino Rojas
Direção: Marcelo Palmares e Paulo Carvalho Jr.
Trilha Sonora: Pombas Urbanas
Operador de som: Ariane Verissimo
Operador de luz: Silas Neris
Cenário e Figurino: Núcleo Teatral Filhos da Dita
Artista Gráfico: Diego Amoroso
Fotos: Gil Grossi
Produção e Divulgação: Núcleo Teatral Filhos da Dita

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s